Projeto Steamlesspunkless A – Semana 17 – Semana de descanso trabalhosa

Primeiro de tudo. Minha semana de descanso foi um fracasso. Primeiro porque eu acabei encontrando outras coisas para trabalhar, como por exemplo minha novíssima idéia para um novo projeto de fantasia dessa vez passado no Brasil império.

De uma forma ou de outra, acabei gastando a mesma quantidade de tempo com a escrita, embora tenha sido menos cansativo porque não precisei seguir nenhuma meta ou escrever cinco paginas de caderno por dia. No inicio eu fiquei um pouco receoso de que na volta ao trabalho do projeto Steamlesspunkless eu acabasse não conseguindo pegar o ritmo de novo. Mas, spoiler para o registro da semana que vem, isso acabou não acontecendo.

A semana de descanso não foi bem assim

Como eu havia falado anteriormente, essa semana também foi para tratar de re-organizar a segunda parte do livro. Nenhuma mudança na plot em si, apenas no ritmo e no clima. Eu queria dar um aumento no passing para dar o tempo da história passar a ideia de que o clímax está se aproximando. Sem essa alteração, o clímax praticamente cairia na cabeça do leitor. Creio que possa ser interessante em algumas coisas, mas não iria servir para mim.

Separei em mini-resumos os acontecimentos centrais dos capítulos até por volta do capítulo 42, onde terminaria a segunda parte do livro e a história iria se encaminhar para o final. Contudo, fiz também resumos mais abrangentes, tocando coisas como objetivo, detalhes, coisas importantes a citar, até o capítulo 28. Desta forma, em mais ou menos dois ou três meses precisarei voltar a trabalhar em resumos. Já que sei exatamente todos os acontecimentos, preferi trabalhar dessa forma para ter um controle melhor sobre o clima que quero passar.

Uma coisa engraçada sobre os novos planejamentos é que a parte em que eu queria acelerar o clima foi a menos alterada. Na verdade, ela ficou mais ou menos a mesma coisa, com a diferença de que os personagens estão sendo perseguidos. A outra parte, que teoricamente já tinha sua dose de “aceleração” foi modificada ou porque soou mais legal ou porque anteciparia a idéia de que as coisas estão indo de mal a pior. No final das contas, não mudou nada nos acontecimentos, mas acrescentou detalhes, um pouco mais de vigor à trama escusa que cerca os personagens e também mais problemas para os protagonistas. E se o Trapeixe vai aparecer um pouco menos, um personagem que eu gostei, que talvez tenha sido o mais citado e que é inspirado em Javert de os Miseráveis vai ter um pouco mais de destaque.

O nome dele é JAVEEEEEERRRRRRRRRRT

Há algum tempo eu havia pensado numa possível divisão no livro. A ideia primeiro foi mencionada por Artus Bolzanni e eu passei a dar um pouco de atenção para isso. Primeiro pensei como uma forma de conseguir terminar um livro mais rapidamente, mas logo descartei, seria injusto com minha própria obra. Mas agora, com o tamanho que o livro está ficando, vejo que no final das contas dividir pode ser uma ideia válida. Inclusive, a remodelação da parte dois abre trouxe um momento perfeito para fazer isso, já que terminaria com hangcliffers para todos os personagens. No entanto, essa questão só vai ser analisada verdadeiramente depois de eu escrever TUDO. Caso eu resolva dividir o livro em dois no fim das contas, terei possibilidade de acrescentar um pouco mais de coisas, mas ainda assim, será feito depois de já ter terminado para o que me planejei inicialmente. No final das contas, o livro é só um, dividido, seria duas partes de uma coisa que funciona inteira também.

Quanto a leituras, continuo a ler Pilares da Terra, embora a leitura tenha sido morosa nesse período de falso descanso. Mas o livro está cada vez maior. Seria muito foda se fosse uma trilogia, expandindo a história. Terminei de ler Cai o Pano e devo dizer que gostei do final, embora a cena do enterro do Poirot tenha sido muito mal feita. Comecei a ler A Lenda do Cavaleiro sem cabeça, uma edição bem bonitinha da Leya. A merda foi que não vi nenhum filme, no próximo período de descanso terei a meta de ver cinco filmes na semana.

O projeto de projeto continua indo a passos de formiga. Mas é assim que tem que ser. Não posso me dedicar a algo grande agora e preciso de MUITA pesquisa. Adianto apenas que vai ser no Brasil Império, que possivelmente a família real não vai mandar no Brasil, que vai ter uns capirotos, cthulhus e outros seres endiabrados correndo solto por aí, que Minas Gerais foi destruído por volta de 1750, que os negros foram libertos antes, entre outras coisas. O que não muda é que os paulistas da época continham sacanas.

Renan Barcellos, Que tinha água gelada

e que na busca pela sua Torre, não sabe se iria se importar

Anúncios

4 comentários sobre “Projeto Steamlesspunkless A – Semana 17 – Semana de descanso trabalhosa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s