Projeto Steamlesspunkless A – Semanas 22 e 23 – “Problemas” e nova mudança de rotina

Na semana do natal, a vigésima segunda desde que comecei a escrever o livro (e também a qual não fiz nenhum registro), foi basicamente a minha semana de folga. Apenas li os livros que já estava lendo, vi alguns filmes (nenhum realmente interessante) e escrevi coisas sobre outros projetos. E, principalmente continuei com o projeto da ultima torre, embora eu não tenha postado muita coisa dele aqui.

A semana passada, que viria ser a vigésima terceira desde que comecei a escrever o livro, seria a volta ao trabalho, uma daquelas semanas que eu trabalharia mais no caderno e menos em passar coisas do caderno para o PC. Ou pelo menos essa era a Idea. Com ano novo e pré ano novo logo no início da semana, acabei ficando com apenas três dias mais fim de semana para trabalhar. Eu realmente podia ter cumprido minha meta ainda assim, mas acabei não fazendo nada.

To aceitando uma dessas de presente… Funcionou para o Neil Gaiman

Na verdade, dizer que não escrevi nada é um pouco de exagero e talvez até mesmo desrespeito com quem não gasta tanto tempo quanto eu nessa coisa. Mas o que acontece é que das 25 paginas de caderno que eu tinha que escrever, escrevi apenas 17 paginas das 25 que deveria escrever e se precisava passar 2500 palavras para o Word, passei apenas 1000. No fim das contas, não é nada que eu não possa recuperar e, inclusive, me fez perceber (na verdade, confirmar) que eu começo a ter dificuldades em escrever sobre uma mesma coisa, em paginas de caderno, quando passo da quinta pagina.

Outra coisa que aconteceu, foi que eu tenho me incomodado com a forma como estou trabalhando. Eu não tenho gostado do meu rendimento de passar coisas para o computador. Certo, eu comecei a usar o Write or Die para fazer isso mais rápido e sem distrações, mas ainda assim, não é algo que me satisfaz. É como se eu estivesse acelerando as coisas para adiantar no trabalho no livro, e não de um jeito bom. Na verdade, até a própria escrita no caderno tem sido um pouco custosa. Eu não sei se eu estou escrevendo no caderno com o mesmo “sentimento” de antes.

Essas duas coisas ficaram passeando pela minha cabeça no domingo e me fizeram decidir que eu vou passar um tempo só escrevendo no PC. O principal motivo é que eu quero conseguir criar uma disciplina diante de uma tela de computador e não me distrair homericamente como é de meu costume. Basicamente, o resto desse mês será, em relação à escrita do livro, apenas trabalhando no computador, para ver o acontece. A meta será a mesma, 20k palavras, mas tenho consciência de que eu posso muito bem não conseguir. Se não conseguir? Bem, paciência, pelo menos não tem nenhum fim do mundo iminente para 2013.

Um outro problema que tenho tido com cadernos é que invariavelmente eu gasto mais tempo com isso, tempo e energias também. Energias não é bem um problema, eu consigo me virar, mas a questão do tempo me deixa mal humorado. Eu tenho tido muitas idéias e pouco tempo para explorá-las. Claro que, escrevendo o livro, minha prioridade é ele, mas não tenho conseguido encontrar tempo o suficiente para, como posso dizer, aliviar idéias paralelas que vão surgindo e pedindo para ser anotadas em algum canto. Inclusive é um problema maior em relação a escrever em caderno, porque eu normalmente tenho idéias quando estou diante de cadernos. Inclusive escrevi um parágrafo sobre um personagem que queria “resolver” o problema dele de não parar de ter idéias.

É preciso avisar também que eu não abandonei o blog, nem o projeto da Ultima Torre. Embora eu não tenha feito postagens na semana passada, eu não deixei de trabalhar em outras coisas. O que acontece é que já era quinta feira quando eu tive tempo para o blog, devido a festas e etc, e eu achei idiota postar relato da semana que passou quando aquela já estava quase acabando. E devido aos feriados acabou interrompido um pouco a escrita do conto da Última Torre, que, por sinal, já está na metade. Não fiz o snowflake todo porque não tive tempo (já é para dia 10 a entrega do conto, se eu quiser tentar participar da antologia da 9bravos), mas falarei disso em um post em separado.

Sobre filmes e livros. Bom, eu não li quase nada esses dias. Só avancei mesmo em O Jogador, livro no qual me identifiquei com o personagem, e pouco li de O Tigre de Sharpe. Mas se compensa, joguei umas três ou quatro sessões de RPG, o que espero que compense um pouco, já que, bem, é sobre criação de histórias. De filmes vi “Sukyaki Western Django”, que é um western bem estranho, não exatamente bom, mas não de todo ruim, tem o Tarantino, mas não é dele. Além disso, vi “A Hora do Espanto” (O remake com Collin Farrel), que não é exatamente bom, mas é divertidinho, e também “The Gamers 1” e “The Gamers 2”… E achei o 2 mais engraçado.

Acho que neste post é só isso, já que ficou bem grande. No da semana que vem eu falo melhor do meu plano de ir criando o hábito de não me distrair enquanto escrevo no PC. De resto, o que tenho a dizer é que aceito doações de cadeiras. Levaram a minha embora e as que sobraram aqui vão destruir minha coluna a curto prazo (a anterior só destruía minha coluna a longo prazo).

Anúncios

Um comentário sobre “Projeto Steamlesspunkless A – Semanas 22 e 23 – “Problemas” e nova mudança de rotina

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s