Zerando Minha Steam Semana 9 – Anachronox

Anachronox

Por incrível que pareça, por todo o tempo que joguei essa semana, eu não devo ter entrado nem mesmo em dois combates. Isso pode até ser um pouco estranho, afinal, Anachronox É um jogo de RPG. No entanto, o lado adventure dele é muito forte – como talvez eu tenha mencionado e, se não o fiz, esqueci.

Então  as mais ou menos quatro horas que joguei foram praticamente 100% legworking, conversas, descobertas e esquisitices.

Primeiro que Sly Boots teve que ir até o distrito da luz vermelha de uma estação espacial para conseguir uma das peças que a doutora precisava. Além de pessoas suspeitas, que andavam por lá em roupa de sadomasoquistas e alguns diálogos bem bizarros, Boots acabou encontrando sua antiga assistente, que agora se tornou uma assassassina e atende pelo nome de Stilletto Anyway. Sim, o nome é estúpido e o próprio Boots diz isso. Como era de se esperar, essa personagem acaba sendo utilizada para falar um pouco mais sobre o passado do protagonista. Esse pouco foi bem pouco mesmo. Pois tudo o que revela é que algo deu errado, Stilletto foi embora e Fatima morreu.

O Distrito da Luz Vermelha em Sender Station
O Distrito da Luz Vermelha em Sender Station

Depois desses encontros, de volta para a “base” dos personagens (o bar), Stilleto ajudou o robô de boots a conseguir o outro pedaço do equipamento que a doutora Bowman queria construir para detectar anomalias como a que tinham destruído o planeta dos cientistas. Foi quase um minigame essa parte. Não exatamente chato, mas não exatamente muito animador.

E então eis que a plot avança. A doutora Bowman não diz quem está por trás de sabe-se lá o que, mas ela explica o que sabe-se lá quem está fazendo. Acontece que alguém de um universo anterior está retirando massa de sua propria realidade e enviando para o futuro (o presente dos personagens). Em grandes quantidades, isso pode fazer com que tudo entre em colapso, o universo anterior não se contraia e o presente nunca exista. Parece complexo, mas é eu que não sei explicar mesmo. Particularmente, achei uma ideia bem interessante do ponto de vista de um roteiro de ficção científica. Logo após essa explicação, o grupo desconjuntado de personagens acaba descobrindo o que, sem saber, já estavam fazendo: salvando o universo.

Grumpos Matavastros então indica o proximo destino de todos. O planeta de Hephaestus, onde a Ordem do Mysterium, um grupo de cientistas e religiosos que estuda as Mystech, está sediada.

O mesmo distrito, só que mais tenso
O mesmo distrito, só que mais tenso

O problema é que eles não vão deixar qualquer um entrar na biblioteca sagrada deles. E claro que  isso requer mais conversa, Legworking e puzzles. Boots é capturado, obrigado a trabalhar como, bem, como detetive, e realizar um trabalhinho com niveis consideráveis de perigo para se livrar da pena da execução e poder usar a biblioteca.

E depois de duas horas de jogo, e mais do que in-game onde Grumpos ficou lendo livros (e Boots se distraindo tentando cuspir nos monges que estavam lá em baixo), o detetive acaba descobrindo a ligação entre as Mystech. Não com o conhecimento dos livros, mas matando um besouro que estava enxendo o saco.

Parece que os insetos reagem de alguma forma com as Mystech. Algo que, além da história, irá afetar o uso das habilidades “mágicas” provavelmente.

Não sei ainda qual a explicação para isso. Mas Grumpos já já vai explicar a questão.

Tempo total de jogo: treze horas e meia

Renan Barcellos que não estava bebendo nada

e que nunca tinha visto um espantalho

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s