Zerando Minha Steam Semana 10 – Anachronox

Anachronox

Depois de uma pequena viagem pela cidade, o bom Grumpos Matavastros explicou a ligação entre certos tipos de Mystech e os insetos que podem ser encontrados em todo o canto no jogo. Basicamente, são Mystech customizáveis, cuja força é definida pelo padrão de besouros “encaixados” nela e pelo nível desses insetos. No fim das contas, isso não trouxe nada de muito útil para a história, e menos ainda para o gameplay. Para falar a verdade, é completamente inútil para o gameplay, visto que não mudou o fluxo de nada na batalha, só que agora em vez de procurar por Mystech, devo procurar por ninhos de insetos. Nojento.

Mas isso não foi tudo no planeta de Hephaestus. Um dos grandes motivos da ida dos personagens era ter uma conversa com o Grand Mysterium, o líder da ordem, que poderia ter informações importantes para salvarem o universo. Claro que o abade sacana só me deixou falar com o Grand Mysterium depois de resolver mais um problema para a ordem, o que significou uma dungeon cheia de monstros e um boss no final. Após isso, Sly Boots foi admitido na torre do Grand Mysterium e ele, um ser com cara de peixe e que falava de forma estranha, explicou que no universo futuro, existem duas forças em conflito, uma podendo ser tratada como Caos, outra como Ordem.

Acontece que a Ordem em sua briga com o Caos, mandou o Caos para o Universo passado, onde os protagonistas vivem. E o Caos, em seu plano de dominância cósmica, pretende escapar para o universo anterior ao dos personagens e destruir o atual, para que a Ordem nunca venha a existir. É uma ideia um pouco furada, já que ao que parece o Caos JÁ está no universo anterior e causando um monte de problemas. Isso, no entanto, é apontado pelos próprios personagens, que meio que desistem de entender no momento o que está se passando. Decidem ir para o lugar onde o Grand Mysterium disse que encontrariam respostas, Limbus, o planeta da morte, de onde ninguém nunca retornou.

Foram junto de Sly Boots a Stiletto Anyway e o planeta Democratus. Era obrigado ir com Democratus, mas eu nem sabia disso, escolhi logo ele por que ele era legal. E estou eu lá, calmamente vendo Stiletto ignorar os sentimentalismos de Boots quando uma nave gigantesca cuja frente era uma cabeça gigante, foi lá e engoliu a nave dos personagens.

Eles pareceram tão surpreso quanto eu. Não é todo dia que uma nave gigantesca com uma cabeça gigante na frente engole outra. Mas Boots logo reconheceu aquela nave como sendo a nave de Rictus, um supervilão de uma série de histórias em quadrinhos baseadas em fatos reais do planeta de Krapton (é tipo Kripton, mas com um “Crap” de “merda”).

Essa parte do jogo foi bem engraçada, embora as batalhas tenham sido um saco absoluto, já que tive a impressão que meus personagens estavam muito fracos. A narrativa das cenas adquiriu uma mistura de vídeo e quadrinhos, com direito até a narração estilo aquelas Hqs antigonas. No fim de tudo, enfrentei o tal Rictus, mas, como diz o narrador, Boots logo se lembrou que em uma edição escrota da Hq, um tal de Mentalon também tinha pensado ter derrotado Rictus.

Rictus em toda a sua eloquencia vilanesca
Rictus em toda a sua eloquencia vilanesca

E aí todo mundo foi para a prisão. Uma prisão cheia de super-heróis inspirados em super-heróis da Marvel e Dc (inclusive um super-cão nativo de Krapton chamado Krapto). Depois de um pequeno puzzle e encontrar o que parece que vai ser o último personagem a entrar na Party, El Puño, herói de quem Boots é fã, mas que está em decadência, merda aconteceu, como sempre acontece nesse jogo, as comportas para o vácuo foram abertas, muita gente morreu e sobrou para Democratus salvar os protagonistas.

Como Democratus salvou o dia… bem, isso é algo que só da pra ser entendido por video.

Renan Barcellos, que estava bebendo água  irritado com as formigas que subiam na caneca

e que na verdade tem ido dormir exatamente meia-noite

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s