Projeto Steamlesspunkless A – Semana 19 – Crise de fé e a segunda parte do livro

Período: 03/12/2012 – 09/12/2012

Acho que a semana correu naturalmente, ou pelo menos algo parecido. Escrevi as paginas que precisava escrever, trabalhei no mini-projeto da Última Torre e até mesmo tive uma idéia nova para um jogo de tabuleiro/guerra civil voltado para guerras. Acho que o único problema mesmo foi que eu percebi ser bastante cansativa a semana que tenho que passar 1500 palavras para o PC. Não se isso é natural ou por que eu estava bastante distraído. De qualquer forma, quase consegui toda a meta semanal, só ficou faltando umas 800 palavras.

Liek dis

Nesse período, consegui completar o capítulo 21. O que me leva a oficialmente começar a segunda parte do livro, deixando para trás tanto a primeira parte quanto o “interlúdio” em que os personagens estão na Taverna do Trapeixe. Sinceramente, não gosto muito dos capítulos desse interlúdio, embora existam partes interessantes. Creio que o problema esteja no conjunto deles e em um medo meu de que esse momento do livro esteja chato para caralho.  Tem também a questão de que tive que lidar com partes sentimentais de diversos personagens, principalmente de Sares, que é garota e, para piorar, adolescente. Deu trabalho e eu não sei se está forçado ou não.

Continuar lendo

Anúncios

Projeto A – Semana 3 – A Marca das 100 paginas e grandes capítulos pequenos

Logo quando começou a semana, eu olhei para o capítulo onze e me preocupei, pois imaginei que ele ficaria pequeno em comparação com os outros (não que seja obrigação que capítulos tenham o mesmo tamanho, mas gosto de uma “simetria”). O capítulo estava com duas mil palavras aproximadamente, e eu achava que não iria passar das três mil, o que é quase metade do que os outros capítulos têm.

Falta só colocar isso, isso e isso no capítulo, eu pensei. Ele vai ficar super pequeno. Então eu comecei a colocar o que faltava, cheguei até quatro mil palavras e ainda falta duas coisas para inserir no capítulo. Bom, eu nunca fui conhecido por saber prever o tamanho que meus capítulos, contos e histórias ficariam. Imagino que agora vou ter umas seis mil palavras nesse pedaço do livro, mas tenho minhas dúvidas se vou acertar nesse chute.

“It’s all About Symmetry”
Continuar lendo

Projeto A – Semana 2 – Mudança em personalidade e estilo diferente?

A semana dois foi uma boa semana. Consegui chegar na meta de 1000 palavras por dia útil (na verdade, eu havia esquecido de mencionar que quintas feiras não contam, porque há reunião online do grupo de escrita), o que faz com que eu tenha avançado mais ou menos 4000 palavras na minha meta mensal. Ao que parece, mesmo não tendo escrito quase nada na primeira semana do mês, vou conseguir alcançar as 9000 palavras com folga (na verdade, o objetivo sempre é superá-las).

Nesses dias tive um grande avanço, e também o que eu diria a primeira mudança nos meus planejamentos. Eu terminei o capítulo oito uma cena antes do que eu esperava, mas não cheguei a excluía-la, deixei-a para a abertura do capítulo onze. Fiz isso porque achei que faria um gancho melhor com o nono capítulo, mas ainda estou avaliando, mesmo que o fechamento atual do oitavo seja bom, o anterior tinha um “sabor” que me agradava.

Corujas sempre são legais e, embora não tenham muito sentido nesse post, um dia terão.

Tive um pouco de problemas com o capítulo 9, acho que eu não passei o tom que gostaria, mas ele tem uma impressão interessante. Talvez eu mude algumas coisas, mas acho que não mudará muito (embora nas anotações já tenha algumas coisas para incluir). Quanto ao capítulo 11, disseram-me que está interessante e fluido (a parte que escrevi), mas de alguma forma olho pra ele e penso que algo está errado. Eu acho que é alguma coisa sobre estilo. De alguma forma acho que ele não está muito parecido com o dos capítulos anteriores.

Continuar lendo

Projeto A – Semana 1 – 1000 Palavras e Canhotos Malditos

Gostaria muito de começar essa série de posts sobre como anda a escrita do livro, falar sobre como a semana foi produtiva e consegui atingir, se não superar, minhas metas e coisa e tal. Mas a coisa não foi bem assim.

Uma colega minha veio do Rio de Janeiro para passar a semana aqui em Salvador e obviamente eu não poderia negligenciar esse episódio que acontece apenas quando as estrelas se alinham e as passagens de avião colaboram.

Bom, praticamente não escrevi essa semana, apenas na segunda feira, para falar a verdade, e foi uma quantia de progresso que já estava calculada no último post. Mas, foi um bom tempo para ter um pequeno descanso antes de voltar a tentar escrever todos os dias e de correr atrás de atingir minhas metas mensais.

Se me falta o que comentar sobre o progresso, sempre posso falar sobre meus métodos, para enrol… povoar o blog. Não que a forma como escrevo seja algo a se seguir ou o jeito “certo” de se escrever, mas é o que tem funcionado para mim e me levado adiante.

No momento, meu objetivo é escrever mais de 9.000 palavras por mês, quantia que dá por volta de 25 páginas, a depender da formatação. Não é exatamente tanto quanto eu gostaria, mas é o que posso no momento, com faculdade e estágio atrapalhando o processo… Sim, atrapalhando, mas isso é outra história.

Pois é.

Continuar lendo