A new Project appears!

Não é exatamente um projeto. Mas sim uma experiência. O fato é que eu tenho que escrever um conto para a antologia da editora 9Bravos. Bom, na verdade não tenho, mas sendo uma editora soteropolitana, coloquei em minha cabeça que sim, tenho, para prestigiar a iniciativa. Eu iria começar lá pro meio de dezembro, mas decidi fazer disso uma nova experiência, então vou começar logo.

Se você acompanha o meu blog, sabe que me baseei em um método chamado snowflake para organizar o meu primeiro livro, O Projeto SteamlessPunkless A, e se você não acompanha o blog, provavelmente não se importa.

O fato é que o snowflake é um método para se fazer design de romances. Ele auxilia o escritor a organizar as idéias e evitar pontas soltas, idéias mal planejadas em histórias grandes. Não cheguei a usar inteiramente em meu livro, mas parcialmente. Minha idéia para agora é tentar usar ele para um conto de até 9000 palavras (e se você me conhece, ele terá 9000 palavras) e ver o que sai disso. Provavelmente, terei que fazer algumas adaptações, mas ei, é uma experiência.

O método snowflake consiste em 10 passos que vão desde resumir a história em uma frase, passando por resumir os capítulos até começar a escrever o livro. Não passarei por todas as etapas porque não fariam sentido para um conto, mas ainda assim, devo chegar mais ou menos até a sete.

Dentro da proposta do blog, irei mostrar os passos e falar sobre o processo criativo. Amanhã (ou hoje mais tarde) devo começar com o primeiro passo. Eu já sei sobre o que irei escrever, será baseado em um conto curto que escrevi para a fábrica dos sonhos, com o tema Torre, na verdade, uma extensão dele. Não sei se vai ser aceito ou não na antologia, até porque a minha ideia é me inspirar em “À Procura de Kadath” do H.P Lovecraft, e isso significa que não terá diálogo nenhum e, em geral, um pouco chato para a maioria das pessoas. Não sei se serei bem sucedido, mas tenho que tentar.

O prazo para entrega do conto é até dia 10, então, é a minha meta. Vou tentar fazer algo diferente e fazer comentários dia-a-dia sobre como está sendo o processo da escrita e “design” do conto.

Como meu tempo não é infinito, essa atividade tomará o lugar da escrita do longevo conto de terror pseudo lovecraftiano e do worldbuilding de Cmyvllaeth. Não vou deixar de escrever esses dois, mas será nas horas vagas agora, não algo “oficial” que irei me preocupar.

Renan Barcellos, que bebia agua

e que também tinha algumas vinganças por fazer