Mini-Projeto: A Última Torre – Parte 9

Sinopse: Mini-projeto onde mostro passo a passo o desenvolvimento de um conto utilizando o método para “design” de histórias, snowflake. Mostrarei desde o primeiro passo, resumir a história em uma frase, até a escrita do conto propriamente dita.

Para entender sobre o projeto leia a primeira postagem.

 

 

Penúltima parte do quinto passo do Snowflake. Aqui fiz uma sinopse baseada no ponto de vista da mulher da floresta.

========================================================================================

Iteração 5 – Parte 3

Já faziam alguns anos que Ellira abandonou os corredores de pedra, os grande salões, as cidadezinhas e os amontoados de gente. Havia vivido uma vida complicada, sempre perseguida por causa de sua capacidade de usar a Canção. Não podia negar que gostava de toda a viagem que acabava tendo que fazer, fugindo de agentes do Castelo e das pessoas desconfiadas, mas quando soube estar esperando um filho, decidiu que tinha que dar um basta para tudo aquilo. Que outros cumprissem seu papel.

Isolou-se nos pântanos, um lugar estranho, com pouca gente e perigoso se você não entendê-lo. Mas ainda assim, lá ninguém os procuraria, estariam escondidos dos agentes do Castelo e de outros perseguidores. Por muitos anos viveu em paz, sem contato nenhum além de breves encontros com outros dos elusivos moradores do pântano. No entanto, poucos dias depois de seu filho fazer dez anos, encaminhou à mãe um guerreiro ferido, quase moribundo.

Continuar lendo

Resenha – Pilares da Terra

A Vida de Uma Cidade e de Seu Povo

Capa bem legal, embora possa passar uma impressão errada

Em Pilares da Terra(Editora Rocco, 940 paginas, R$ 69,00), fica claro o porquê de Ken Follet ser conhecido principalmente pelos seus romances baseados em um pano de fundo histórico. Começando no ano de 1123 e terminando em 1174, o livro mostra o percurso de toda uma geração, como eles afetam onde vivem e o que fazem para sobreviver à época de atribulações conhecida como A Anarquia, período no qual a Inglaterra foi dividida por uma guerra civil que durou quase trinta anos.

A história do livro, contudo, não se foca nos acontecimentos reais, utilizando eles para criar o clima do livro e sua influencia para motivar muitos dos conflitos da trama. Personagens históricos como o Rei Estevão (Stephen) e a Rainha Matilda figuram em diversos pontos do livro, no entanto se mostrando como personagens de apoio. Sem apelar para uma exploração das guerras e batalhas que aconteceram, o livro mostra o desenvolvimento da pequena cidade de Kingsbridge, da ascensão e queda de seus moradores mais proeminentes, e principalmente, na construção da catedral da cidade.

Continuar lendo