Mini-Projeto: A Última Torre – Parte 14

“Sinopse”: Mini-projeto onde mostro passo a passo o desenvolvimento de um conto utilizando o método para “design” de histórias, snowflake. Mostrarei desde o primeiro passo, resumir a história em uma frase, até a escrita do conto propriamente dita. Para entender mais sobre o projeto leia a primeira postagem.

Finalmente, última parte da sexta etapa do Snowflake. Aqui vai a extensão do parágrafo que resumia a ultima parte do conto.

=============================================================================

Iteração 6 – Parte 4

Depois de abrir os portões que levam da Última Torre, Revan vislumbra paisagens indizíveis e maravilhas alienígenas enquanto passo a passo, completa sua subida. Ele sabe que está morrendo, que o ultimo golpe de Jaquiá arrancou a sua vida, mas agora está muito perto, lembrando de seus anseios, persiste em sua subida.

Em seu caminho, tomando conhecimento de coisas que não deveriam estar a disposição dos homens, Revan sofre de muitos devaneios, visões febris do passado e dos futuros que ainda podem vir. Tais imagens sobre o que poderia fazer com os novos conhecimentos,s obre como poderia voltar à Encruzilhada e se vingar dos bibliotecários ameaçam fazê-lo desistir de sua jornada em sua ultima etapa, mas ele persiste contra a nova adversidade e continua em sua caminhada inexorável até o topo das escadarias de alabastro.

Continuar lendo

Mini-Projeto: A Última Torre – Parte 13

Sinopse”: Mini-projeto onde mostro passo a passo o desenvolvimento de um conto utilizando o método para “design” de histórias, snowflake. Mostrarei desde o primeiro passo, resumir a história em uma frase, até a escrita do conto propriamente dita. Para entender mais sobre o projeto leia a primeira postagem.

Este aqui é o penúltimo post da sexta parte do Snowflake. A ideia se mantém a mesma, expandir um dos parágrafos que resumia a história para uma pagina inteira, ou perto disso. Acho que nesse ponto não é preciso ser rigoroso, se você escreveu, escreveu e chegou a duas paginas, não apague ou tente diminuir, minha opinião é que não tem problema pecar pelo excesso nessa parte do design, se surgir algo interessante, vá escrevendo.

========================================================================================

Iteração 6 – Parte 3

Revan avança sobre a planície, maravilhado. Ele nunca havia visto um lugar tão aberto como ali, tão limpo. Por um instante, pensa que está do lado de fora do Castelo e anda vários metros, maravilhado com a idéia, contudo, logo percebe que é tolice pensar aquilo, ele ainda está preso no onipresente Castelo, ao longe, bem ao longe, consegue divisar a silhueta de imensas muralhas, ele segue em frente. Revan logo começa a ver pedaços aleatórios de alvenaria, paredes solitárias, colunas caídas e se pergunta o que afinal, seria aquele lugar. O que fazia o Castelo ali.

Com o passar do tempo, a quantidade de detritos começa a aumentar, e por Revan começa a sentir que alguma força invisível está contra ele. Pedras aparecem nos piores lugares, lascas de tijolos que ele tinha certeza não estarem ali, o fazem tropeçar. Começa muito discreto e discretamente a sensação vai aumentando. Paredes desmoronam logo ao seu lado a areia do lugar torna difícil a sua passagem. Primeiro começa com uma paranóia, mas logo ele percebe que realmente é o centro das atenções do monstruoso Castelo. Começa a acelerar o passo, temendo o que possa ser feito contra ele.

Continuar lendo

Mini-Projeto: A Última Torre – Parte 11

“Sinopse”: Mini-projeto onde mostro passo a passo o desenvolvimento de um conto utilizando o método para “design” de histórias, snowflake. Mostrarei desde o primeiro passo, resumir a história em uma frase, até a escrita do conto propriamente dita. Para entender mais sobre o projeto leia a primeira postagem.

Agora começo a sexta etapa do snowflake. Esta etapa é novamente sobre expandir o conteúdo da história. Aqui, é preciso transformar cada um dos quatro parágrafos que resumiam a história em uma pagina completa.

Nesta postagem, terá a pagina que foi escrita baseada no primeiro parágrafo, então dando seguimento, mostrarei as páginas subseqüentes.

=============================================================================

Iteração 6 – Parte 1

Por toda a sua vida os sonhos acompanharam Revan, no entanto, apenas com cinqüenta anos que a realização o atinge e ele percebe que aquele é o seu destino, que é o que precisa fazer. Sendo um dos mais confiáveis homens de armas da encruzilhada, um dos Guardiões da biblioteca, não foi difícil entrar nos cofres onde residia a chave da Última Torre, e ele a pegou sem remorso algum. Não poderia se arrepender, não depois de saber que os sábios haviam lhe contados mentiras por toda a sua vida, que ele havia trabalhado em ajuda a exatamente aquilo que pensava combater. Contudo, Revan não imaginava que seria descoberto tão rápido.

Continuar lendo

Mini-Projeto: A Última Torre – Parte 2

Para entender sobre este projeto leia sua apresentação.

A segunda parte desta série de posts corresponde ao segundo passo do snowflake. Pode parecer uma coisa óbvia, mas conforme as coisas forem ficando maiores e mais complexas, isso provavelmente não vai acontecer. De acordo com o que consigo ver adiante, o próximo post já não trará a terceira etapa do snowflake completa.

Em sua segunda etapa, o snowflake (pelo menos a versão por mim utilizada, encontrada aqui), pede que se faça uma expansão da frase feita no primeiro passo. O autor do texto fala que deve ter por volta de cinco sentenças, com a primeira contendo um setup inicial, para ambientar, e as posteriores resumindo “partes” da história. Ele comenta que gosta de colocar desastres em cada uma delas, mas em minha opinião isso serviria apenas para uma história feita por cliffhanger e acho que o que estou escrevendo não vai ser assim. Em geral, o autor do texto não comete o erro de dizer como deve ser dividido, ele apenas sugere e inclusive fala sobre uma alternativa.

Então, em vez de me basear em “desastres”, meu parágrafo será justamente o contrário, mostrará conquistas que o personagem irá conseguir e as novas dificuldades que surgirem.

Iteração 2

Tendo vivido quase toda sua vida no Castelo que devora o mundo, um dos guardiões da Biblioteca da Encruzilhada dedica seus últimos dias a encontrar a Última Torre. Fugitivo, sua primeira dificuldade é escapar dos que querem puni-lo por trair seu posto, mas consegue escapar pelos túneis labirínticos. Saindo por uma passagem secreta a partir de um esgoto, o ex guardião encontra um perigoso pântano que foi absorvido pelo castelo e só consegue escapar devido à ajuda de uma estranha moradora daquela região. Na última parte da história, depois de enfrentar um agente do Castelo – um antigo conhecido seu – na única ponte para a última torre, o guardião ainda precisa desafiar a própria força de vontade do Castelo, antes de alcançar seu objetivo final. E morrer.

Não são exatamente cinco sentenças, mas acho que está bom. Engraçado é que os efeitos do snowflake já começam a se mostrar. Mesmo tendo um pequeno esboço da história em mente, acrescentei coisas/tomei decisões nessa etapa. E, como podem ver, a idéia inicial se expandiu bastante.

Imagino que escrever esse parágrafo deva ser uma tarefa bem grande quando não se tem idéia geral da história e quando for realmente para um romance. Acho quase utópico o autor do texto original dizer que em uma hora dá pra fazer.

Pra não me alongar muito, acabo aqui o post. Começo o passo 3 amanhã =) Devo fazer também um documento com todos os passos reunidos.

Renan Barcellos, Que descobriu que tinha coca!

E tava ouvindo música hobbit do nightwish

A new Project appears!

Não é exatamente um projeto. Mas sim uma experiência. O fato é que eu tenho que escrever um conto para a antologia da editora 9Bravos. Bom, na verdade não tenho, mas sendo uma editora soteropolitana, coloquei em minha cabeça que sim, tenho, para prestigiar a iniciativa. Eu iria começar lá pro meio de dezembro, mas decidi fazer disso uma nova experiência, então vou começar logo.

Se você acompanha o meu blog, sabe que me baseei em um método chamado snowflake para organizar o meu primeiro livro, O Projeto SteamlessPunkless A, e se você não acompanha o blog, provavelmente não se importa.

O fato é que o snowflake é um método para se fazer design de romances. Ele auxilia o escritor a organizar as idéias e evitar pontas soltas, idéias mal planejadas em histórias grandes. Não cheguei a usar inteiramente em meu livro, mas parcialmente. Minha idéia para agora é tentar usar ele para um conto de até 9000 palavras (e se você me conhece, ele terá 9000 palavras) e ver o que sai disso. Provavelmente, terei que fazer algumas adaptações, mas ei, é uma experiência.

O método snowflake consiste em 10 passos que vão desde resumir a história em uma frase, passando por resumir os capítulos até começar a escrever o livro. Não passarei por todas as etapas porque não fariam sentido para um conto, mas ainda assim, devo chegar mais ou menos até a sete.

Dentro da proposta do blog, irei mostrar os passos e falar sobre o processo criativo. Amanhã (ou hoje mais tarde) devo começar com o primeiro passo. Eu já sei sobre o que irei escrever, será baseado em um conto curto que escrevi para a fábrica dos sonhos, com o tema Torre, na verdade, uma extensão dele. Não sei se vai ser aceito ou não na antologia, até porque a minha ideia é me inspirar em “À Procura de Kadath” do H.P Lovecraft, e isso significa que não terá diálogo nenhum e, em geral, um pouco chato para a maioria das pessoas. Não sei se serei bem sucedido, mas tenho que tentar.

O prazo para entrega do conto é até dia 10, então, é a minha meta. Vou tentar fazer algo diferente e fazer comentários dia-a-dia sobre como está sendo o processo da escrita e “design” do conto.

Como meu tempo não é infinito, essa atividade tomará o lugar da escrita do longevo conto de terror pseudo lovecraftiano e do worldbuilding de Cmyvllaeth. Não vou deixar de escrever esses dois, mas será nas horas vagas agora, não algo “oficial” que irei me preocupar.

Renan Barcellos, que bebia agua

e que também tinha algumas vinganças por fazer