Sobre o projeto da História Não Publicada (A atrasada Novidade)

Bom, a atrasada notícia, e nem tão novidade assim, é que vou retomar um projeto que eu comecei no início do ano.

Esse projeto é um romance, assim como o Projeto Steamlesspunkless A, e seu nome oficial é “História não publicada”. No início, eu chamava assim apenas por falta de nome (embora antes tenha tido um nome aleatório que não me lembro), mas com o tempo começou a se encaixar com a história e minhas pretensões com o projeto em si.

Na verdade, falar em projeto é até estranho, porque no início foi apenas eu, assistindo um filme engraçadinho que tinha o Michael Cera, ficando com uma súbita vontade de escrever e então, acabando de ver o filme, bastante agoniado, escrevendo o que veio na minha cabeça. E, basicamente, História Não Publicada é isso. Um romance em que eu vou escrever o que bem entender.

Não é como se as coisas fossem aleatórias, não vai aparecer nenhum coelho gigante no meio da história, pelo menos, acho que não. Existe uma trama definida, mas o desenrolar dela vai ser todo ad hoc, sem planejamento, como costumo fazer. O que surgir, irei escrevendo e não vou pensar se aquilo fica interessante para a história ou para o momento. Vai ser o que vier.

No início, eu comecei a escrever História não Publicada sem ter isso em mente. Contudo, ainda assim, fazia isso. Eu sentava, escrevia o mais rápido possível e o que saísse estava lá. Escrevi 20.000 palavras e mais um pouco dessa forma e, embora olhando como um todo, eu ache que deveria mudar algumas coisas para ficar algo que eu julgasse aceitável ou mesmo publicável, isso iria trair a alma da obra.

Por que trair a alma da obra?

Continuar lendo