Pequenas considerações e o início de um futuramente longo poema

Esse post vai ser curto e não vai ter muito conteúdo. Eu queria saber dos leitores do blog qual seria uma frequência de postagens boa. Assim, que não deixasse o ritmo morrer e que ao mesmo tempo fosse confortável para ler.

Mas antes, mostrar um poema que escrevi essa semana. Ele foi meio que inspirado em Childe Roland To The Dark Tower Came, de Robert Browning (você pode ler este poema épico do Browning em português ¹ e inglês), sendo que eu tirei desta obra a ideia de uma viagem, de uma busca e também ideia para a estrutura. Pretendo escrever ele aos poucos esse poema para que seja parte do mundo de Cmyvllaeth como uma canção ou uma obra de algum autor. Irá se referir a uma lenda e a uma história trágica. Tentei fazer usando versos decassílabos e rima ABBAAB, mas sou péssimo contando sílabas, então, se alguém perceber algum equívoco, por favor, me avise =)

Eis a primeira estrofe:

Uma palavra, o aviso derradeiro,

acusa de um flerte com a sorte,

que enterrava a súplica em seu corte.

Mas é o pesar o guia do guerreiro

com garras criando um sofrer matreiro

que celebra o negro prenúncio: Morte

Continuar lendo

Anúncios